Brotoejas

Com a chegada da estação mais quente do ano, mamães e papais de primeira viagem podem estar se deparando com um problema muito comum em tempos quentes, mas pouco discutido: a brotoeja.

A brotoeja é uma erupção que ocorre na pele, geralmente nas áreas flexurais como pescoço, axilas, dobras internas do cotovelo e joelho e virilhas. Apesar da brotoeja atingir principalmente crianças pequenas, ela também ocorre em pessoas adultas.

A brotoeja acontece quando a pele tem sua temperatura aumentada, fazendo com que as glândulas produzam mais suor, na tentativa de estabilizar a temperatura num ponto confortável. Porém, quando o dutos das glândulas por onde o suor sai estão obstruídos por algum motivo (como por exemplo, ficar com os braços dobrados muito tempo)o suor fica retido, causando feridas na região. O excesso de roupas em crianças pequenas também pode causar a brotoeja, inclusive no inverno.

Evitar este incômodo é simples. Entre as precauções estão deixar as crianças mais à vontade no calor, com pouca roupa e peças leves, principalmente em crianças mais gordinhas.

Se você observar que seu filho desenvolve brotoeja com facilidade, você deve evitar atividades que o façam suar demais (tarefa difícil).

Deixa janelas e portas de sua casa abertas. A corrente de ar que se forma vai deixar sua casa mais fresquinha e arejada. Roupas de fibra natural também são aliadas.

Além disso, evite dar doces e alimentos muito gordurosos para a criança. Alimentos ricos em vitamina C ajudam a normalizar o sistema de suor.

Também evite aplicar loções ou pomadas com perfume na pele com brotoeja. Ao lavar o local, não seque esfregando, mas sim com suaves tapinhas com a toalha.

Caso você deseje aplicar cremes, pomadas e medicamentos para brotoeja no seu filho, você deve consultar o seu pediatra primeiro. Existem no mercado alguns produtos farmacêuticos e fitoterápicos aprovados por muitas mamães.

Deixe um comentário