Café e gravidez combinam?

A cafeína é uma das substâncias mais consumidas no mundo, inclusive pelas gestantes.
Não é só o café que tem cafeína, refrigerantes de cola, chás, chocolates e algumas medicações também trazem a substância em sua composição.

É importante considerar os efeitos que essa substância traz para mamãe e bebê, cerca de 95% das mulheres grávidas ingerem cafeína, tanto em alimentação quanto em medicamentos. Isso é bom ou ruim?

Há evidências de que o alto consumo de cafeína pela gestante pode aumentar as chances de o bebê nascer antes do tempo, com baixo peso e maior risco de aborto.

O organismo leva de quatro a seis horas para metabolizar a cafeína e eliminar os seus efeitos no corpo. Com a gestante, esse tempo sobe para 18 horas.

Os fatores que levam especialistas a serem contra o consumo de cafeína durante a gravidez incluem a facilidade com que a cafeína pode atravessar a barreira placentária e influenciar no crescimento e desenvolvimento das células fetais, comprometer o suplemento fetal de oxigênio e alterar as instruções de replicação celular, podendo fazer com que o bebê nasça com anormalidades.

Mas não é preciso se desesperar se você tomou algumas xícaras de café.
Segundo estudo da nutricionista Rita Adriana Gomes de Souza, o consumo de cafeína em doses baixas não traz prejuízos para a gravidez e nem para o desenvolvimento do bebê.

celebrando_a_vida_google

Baixe GRÁTIS Um Livro Sobre Gravidez

Livro responde todas as suas dúvidas sobre a gravidez, o parto e o pós-parto que surgem nesta etapa tão importante da sua vida!

Pronto! Agora confira o link enviado em seu email! Confira também a caixa de spam.

1 comentário
  1. Posted by Kelly Aparecida

Deixe um comentário

celebrando_a_vida_google

Baixe GRÁTIS Um Livro Sobre Gravidez

Livro responde todas as suas dúvidas sobre a gravidez, o parto e o pós-parto que surgem nesta etapa tão importante da sua vida!

Pronto! Agora confira o link enviado em seu email! Confira também a caixa de spam.