Cocaína na Gravidez

O uso de qualquer droga, mesmo medicamentos, durante a gestação traz riscos para a saúde da mãe e do filho.

É grande a possibilidade de compostos tóxicos atravessarem a placenta e atingir a circulação fetal, culminando em deformações e déficits intelectuais no recém-nascido.
O impacto da cocaína exposista ao universo intra-uterina foi avaliado a partir da medida do fluxo de sangue direcionado ao cérebro, em diferentes fases do desenvolvimento do sistema nervoso central.

Os resultados divulgados demonstraram, que há uma diminuição global da chegada de sangue ao cérebro dos fetos com mães que usaram cocaína durante a gravidez.

A cocaína também aparece no leite materno, podendo levar à intoxicação da criança.

Gestantes que têm dificuldades em parar de usar cocaína ou que usem a forma injetável devem ser encaminhadas para um centro de tratamento especializado, onde possam romper os ciclos de uso repetido, através de acompanhamento continuado da paciente, em grupos de auto-ajuda ou em psicoterapia de grupo ou individual.

O acompanhamento do desenvovimento fetal através de ultrassonografia, nestes casos, também é importante.

celebrando_a_vida_google

Baixe GRÁTIS Um Livro Sobre Gravidez

Livro responde todas as suas dúvidas sobre a gravidez, o parto e o pós-parto que surgem nesta etapa tão importante da sua vida!

Pronto! Agora confira o link enviado em seu email! Confira também a caixa de spam.

2 comentários
  1. Posted by Rosa
  2. Posted by Emanueli

Deixe um comentário

celebrando_a_vida_google

Baixe GRÁTIS Um Livro Sobre Gravidez

Livro responde todas as suas dúvidas sobre a gravidez, o parto e o pós-parto que surgem nesta etapa tão importante da sua vida!

Pronto! Agora confira o link enviado em seu email! Confira também a caixa de spam.