Curetagem

Aborto e curetagem são duas palavras que causam receio e dúvidas em qualquer mulher. Mas em casos como o aborto espontâneo, o procedimento de curetagem é absolutamente necessário. Mas afinal, você sabe o que curetagem? Como é a recuperação? E possível ter uma gravidez após curetagem?

O que é curetagem?

curetagem uterina é um procedimento médico que retira material placentário ou endometrial do útero por um instrumento denominado cureta. Uma cureta é um instrumento cirúrgico utilizado para a limpeza da superfície de um tecido afetado por alguma enfermidade.

Sua principal função é limpar os restos de um aborto. Este método é necessário quando existem complicações após um aborto, como a não expulsão espontânea do feto, entre outros problemas. A curetagem semiótica é um processo onde, pela dilatação do colo do útero, têm-se acesso à cavidade uterina, onde se faz a colheita de material do endométrio para exame, quando há suspeita de endometriose, ou a evacuação da cavidade uterina em caso de abortos incompletos.

Quando a curetagem é feita apenas para colheita de material do endométrio para exames, a anestesia local pode ser suficiente. Já no caso de necessidade de retirada de conteúdo uterino pós aborto, recomenda-se a anestesia geral dependendo do caso.

Após o procedimento, é aconselhado permanecer em repouso um a dois dias, e evitar relações íntimas durante um bom período. A mulher deverá estar atenta ao aparecimento de febre, persistência de cólica abdominal intensa ou duradoura, ou persistência de sangramento íntimo intenso. Qualquer um desses sinais pode significar infecção, então é importante estar de olho e procurar urgentemente seu médico caso isso ocorra.

Curetagem uterina imagens

Em algumas imagens sobre curetagem, fica mais fácil visualizar como ocorre o procedimento no seu organismo. Veja:

Curetagem

Curetagem

 Curetagem: Recuperação e Riscos

Depois da curetagem a mulher submetida ao procedimento deve evitar as relações íntimas por um período que varia conforme a orientação médica. A gravidez após curetagem só pode ocorrer no mínimo seis meses depois do procedimento, pois antes disso o útero não está completamente recuperado a ponto de receber um bebê.

Como qualquer outro procedimento cirúrgico com anestesia, podem existir complicações cirúrgicas e anestésicas. Existe o risco de infecção, de hemorragia ou riscos relacionados à anestesia (geral ou local). Diretamente relacionado com o ato da curetagem, existe o risco de perfuração uterina ou de uma raspagem mais vigorosa que altera as estruturas normais do endométrio. Por isso, é essencial que esse procedimento seja executado por profissionais capacitados. Siga à risca a orientação de seu médico após a curetagem uterina, pois assim a recuperação ocorrerá mais rapidamente.

115 comentários
  1. Posted by fabiana
  2. Posted by susana
  3. Posted by lidiane
  4. Posted by cristiane souza
  5. Posted by monica carolina
  6. Posted by Tyane
  7. Posted by FABIANA LIMA
  8. Posted by Tyane
  9. Posted by Tyane
  10. Posted by luciana soares
  11. Posted by kerolin rodrigues
  12. Posted by FLÁVIA
  13. Posted by Simone
  14. Posted by Rayssa Santos
  15. Posted by lana
  16. Posted by Kelly
  17. Posted by Kris Passos
  18. Posted by Ana Jacomel
  19. Posted by suzi
  20. Posted by Thais
  21. Posted by Danila
  22. Posted by renata
  23. Posted by elizangela gomes de sousa
  24. Posted by ene
  25. Posted by Mirian
  26. Posted by cristina figueira
  27. Posted by tatianne
  28. Posted by valnice
  29. Posted by zilda
  30. Posted by janaina
  31. Posted by Tatiana Silva
  32. Posted by andrea
  33. Posted by Jéssica
  34. Posted by juliana
  35. Posted by cristina figueira
  36. Posted by Tatiana Silva
  37. Posted by dayane
  38. Posted by janaina santos
  39. Posted by suellen rodrigues
  40. Posted by Habibi
  41. Posted by Lidiane
  42. Posted by julia
  43. Posted by cristina figueira
  44. Posted by laura
  45. Posted by ana vanuza martins
  46. Posted by suellen rodrigues
  47. Posted by Elisangela
  48. Posted by Paula
  49. Posted by rosana
  50. Posted by josi
  51. Posted by josi
  52. Posted by VANESSA ALMEIDA
  53. Posted by nayara
  54. Posted by Mylla L.
  55. Posted by Kelen
  56. Posted by Lucia
  57. Posted by suellen rodrigues
  58. Posted by Josiane Cruz
  59. Posted by kleidi
  60. Posted by juliana
  61. Posted by Su
  62. Posted by Tais
  63. Posted by Biah
  64. Posted by vani
  65. Posted by sandra
  66. Posted by juliana
  67. Posted by jacqueline
  68. Posted by andrea
  69. Posted by Nayara
  70. Posted by sulla
  71. Posted by ROSA
  72. Posted by jucileide
  73. Posted by Débora
  74. Posted by Débora
  75. Posted by Tina
  76. Posted by Patricia
  77. Posted by Débora
  78. Posted by Tatiana Silva
  79. Posted by Patricia
  80. Posted by Tatiana Silva
  81. Posted by juliana
  82. Posted by Ana Paulka
  83. Posted by Tatiana Silva
  84. Posted by vanessa sousa m.
  85. Posted by rosa
  86. Posted by rosicleia
  87. Posted by Maiana
  88. Posted by Chrislene
  89. Posted by Kelly
  90. Posted by Josefa Francinilda vieira da silva
  91. Posted by rosangela
  92. Posted by lu
  93. Posted by Juliana
  94. Posted by Flávia
  95. Posted by Tatiana
  96. Posted by Tatiana
  97. Posted by juliana
  98. Posted by Tatiana
  99. Posted by EUDNA MARIA COSTA DO NASCIMENTO
  100. Posted by JULIE
  101. Posted by Cris
  102. Posted by Josiane
  103. Posted by Elis
  104. Posted by LENICIA
  105. Posted by Tatiana
  106. Posted by Franciele
  107. Posted by laura
  108. Posted by Vera Lucia
  109. Posted by walquire
  110. Posted by cristina alves
  111. Posted by Cris
  112. Posted by Simony
  113. Posted by Simone
  114. Posted by Verônica Matos
  115. Posted by MARIANA

Deixe um comentário