Hiperemese Gravídica

A hiperemese gravídica, quadro clinico que acontece com 60% a 80% das gestantes no primeiro trimestre da gravidez, caiu na boca do povo depois que a cantora Ivete Sangalo falou sobre o assunto pouco antes de perder seu bebê em um aborto espontâneo.

Os sintomas que a Hiperemese Gravídica apresenta são as famosas náuseas e vômitos, muitas vezes levando a um comprometimento do estado nutricional da mulher.

Saiba um pouco mais sobre a Hiperemese Gravídica abaixo:

Fatores etiológicos

Multifatorial, há os componentes afetivos, psicossocial e psicodinâmico, em suas varias modalidades.

E um quadro clinico muito controverso, mas o que está mais em evidencia são, os níveis elevados de estrógenos, progesterona, gonadotrofinas coriônicas, relaxamento da musculatura lisa do estomago e os componentes imunológicos.

Solução clinica

Melhora à medida que aumenta a idade gestacional.
Agravando-se com a piora da sintomatologia, podendo chegar a um D.H.E com suas variações metabólicas , perda de peso, que em media é de 4% a 10%. Chegando-se a um internamento, em virtude do agravamento do quadro clinico com conseqüências para o concepto.

Diagnostico Diferencial

Faz-se necessários excluir patologias que apresentam o quadro clinico descrito, pois as patologias abaixo relacionadas cursam com náuseas e vômitos, tais como:

•  Patologias metabólicas
•  Patologias gástricas
•  Patologias renais
•  Fármacos irritantes da mucosa gastrica
•  Obstrução intestinal
•  Neoplasias
•  Meningite
•  Hérnia de hiato
•  Síndrome HELLP.

Fatores predisponentes

Podemos citar a gemelidade, primigestas, adolescentes, gravidez não programada.

Laboratório

Os exames de laboratório, são importantes para um acompanhamento e instituirmos uma terapêutica adequada. E também fazermos o diagnostico diferencial com outras patologias,podemos pedir:

•  Hemograma
•  Provas de função hepática
•  Uréia e creatinina
•  Amilase
•  Sódio e Potassio
•  Glicemia
•  Função tiroidiana.
•  Complementado com US Obstétrica e
•  US abdomem total.

Complicações

Podemos citar hemorragias retinianas, pneumonite por aspiração, icterícia por lesão hepática.

37 comentários
  1. Posted by Verônica de Souza Moreira
  2. Posted by katia
  3. Posted by Kelly
  4. Posted by Niviane Medeiros
  5. Posted by maria cilene
  6. Posted by Carol
  7. Posted by Priscila Laizo
  8. Posted by Carol
  9. Posted by Cláudia Costa
  10. Posted by Érica
  11. Posted by gleide
  12. Posted by Patrícia
  13. Posted by carlos eduardo cravo
  14. Posted by luisa
  15. Posted by Clere
  16. Posted by Rosangela
  17. Posted by carlos eduardo cravo
  18. Posted by Maria Erli
  19. Posted by Rodrigo
  20. Posted by Danielle
  21. Posted by Natany
  22. Posted by Renata
  23. Posted by gabriela
  24. Posted by Carol
  25. Posted by gabriela
  26. Posted by Maria Erli
  27. Posted by Geovalia
  28. Posted by Nayana
  29. Posted by Rita
  30. Posted by Joyce Silva
  31. Posted by viviane
  32. Posted by Neliza
  33. Posted by LADY DAYANE INACIO
  34. Posted by LADY DAYANE INACIO
  35. Posted by ANGELA
  36. Posted by vanoárley souto
  37. Posted by Andressa

Deixe um comentário