HPV e Câncer

O HPV é uma das DST (doenças sexualmente transmissíveis) mais comuns e que mais tem afetado a população. Estima-se que no Brasil milhares de pessoas sejam portadoras do vírus do HPV e sequer desconfiem, ajudando a proliferar o papilomavírus humano por falta de cuidados e proteção.

As mulheres sabem que o HPV é o responsável por problemas como o câncer do Colo do Útero por exemplo. Mas os homens não são tão bem informados como as mulheres e sabem que o HPV pode causar câncer do órgão reprodutor masculino (e o HPV está relacionado a cerca de metade dos casos). Por isso muitos profissionais da área da saúde defendem que os homens devem se vacinar contra HPV no Brasil. O câncer peniano é uma doença delicada, de difícil tratamento, e que muitas vezes tem como resultado a necessidade da amputação do órgão.

O câncer na região íntima masculina representa entre 5% e 16% do total de tumores malignos diagnosticados em homens no Brasil, variando conforme a região pesquisada.

Vírus do HPV pode causar câncer nos homens

A mulher pode transmitir o HPV?

Tanto o homem quanto a mulher podem transmitir o vírus do HPV para os parceiros, por isso é indispensável o uso de preservativos durante as relações para evitar não só o HPV como outras doenças.

Vacina HPV

Assim como as verrugas na região íntima, os cânceres causados pelo vírus do papiloma humano são recorrentes. Por isso, cada vez mais é ressaltada a importância da vacina contra HPV, pois enquanto os homens, que são os principais vetores (ou seja, portadores e disseminadores do vírus) não forem vacinados, assim como toda a população, as infecções continuarão a ocorrer cada vez mais.

Há dois tipos de vacina contra HPV disponíveis no Brasil: a bivalente e a quadrivalente. Ambas protegem contra no máximo quatro tipos do vírus, o que significa que mesmo com a aplicação da vacina a proteção não é 100% garantida.

A bivalente protege apenas contra os tipos 16 e 18, responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer. Já a quadrivalente, que foi recentemente liberada para o público masculino, protege contra esses antígenos e também contra os tipos 6 e 11, os principais agentes de verrugas e condilomas.

O foco principal de vacinação hoje está nas mulheres dos 9 aos 26 anos, no caso da quadrivalente, e dos 10 aos 25 no caso da bivalente. Para os homens, vale a mesma faixa etária, lembrando que eles podem tomar apenas a vacina quadrivalente.

celebrando_a_vida_google

Baixe GRÁTIS Um Livro Sobre Gravidez

Livro responde todas as suas dúvidas sobre a gravidez, o parto e o pós-parto que surgem nesta etapa tão importante da sua vida!

Pronto! Agora confira o link enviado em seu email! Confira também a caixa de spam.

2 comentários
  1. Posted by fabiana almeida de andrade
  2. Posted by karol

Deixe um comentário

celebrando_a_vida_google

Baixe GRÁTIS Um Livro Sobre Gravidez

Livro responde todas as suas dúvidas sobre a gravidez, o parto e o pós-parto que surgem nesta etapa tão importante da sua vida!

Pronto! Agora confira o link enviado em seu email! Confira também a caixa de spam.