Mais bonitas: Dicas para grávidas

Estrias, manchas, celulites... muito além dos enjôos e alterações de humor, estes são os problemas estéticos que mais preocupam as mulheres grávidas. Mas não se preocupe: para cada um destes problemas existe um ou mais tratamentos estéticos que ajudam a previnir, combater e amenizar. Conheça alguns deles:

Celulite na Gravidez

A celulite é mais temida do que um filme de terror. Na gravidez este risco é real, mas o que fazer para escapar da famoso aspecto de casca de laranja deixado pela celulite na gravidez?

Para saber como combater a celulite, primeiro é preciso saber o que provoca este mal, e a resposta vem sob a forma de retenção hídrica (ou retenção de líquidos) um problema bastante comum na gravidez. Pois é exatamente este líquido acumulado que pode gerar celulite.

A retenção de líquidos acontece por causa da alteração hormonal e sim, piora da celulite – especialmente no último trimestre.

A solução mais indicada é a drenagem linfática, que deve ser realizada por um fisioterapeuta qualificado. O tratamento contribui para a diminuição do inchaço e do aparecimento da celulite. Mulheres grávidas podem fazer sem medo, mas só com profissional qualificado.

Manchas, aréolas escurecidas e a “linha negra”

Talvez você nem saiba do que se trata, mas algumas gestantes enfrentam estes problemas durante a gravidez: o escurecimento das aréolas mamárias e o aparecimento de uma linha escura, conhecida como linha negra, na região do abdome. Além disso, há também o malesma, que são manchas escuras que aparecem na pele.

O escurecimento das aréolas e a linha negra tendem desaparecerem sozinhos depois do fim da gravidez. Agora o melasma pode ficar. Portanto, o ideal é evitar que ele apareça, utilizando filtro solar.

Estrias

Talvez a grande vilã estética da gravidez, as estrias surgem entre 50% e 90% das mulheres grávidas. As estrias costumam aparecer no último trimestre em locais como abdome, mamas, coxas e glúteos e são motivadas pelo estiramento mecânico da pele. Fatores como a hereditariedade e a influência hormonal são determinantes, observe se na família as mulheres tem pré-disposição ao surgimento de estrias, principalmente na gravidez e, para se prevenir, massagens à base de cremes específicos, com centella asiática, alfa tocoferol, colágeno e elastina hidrolisados são os mais indicados.

Para tratar das estrias que já existem, você pode apelar para tratamentos com lasers, peelings, Subcision (técnica cirúrgica desenvolvida para amenizar depressões profundas na pele) e cremes indicados por dermatologistas .

Engordar na Gravidez

Algumas mulheres ganham muito peso durante a gravidez, e isso não é bom. Dar atenção ao peso durante a gestação é fundamental para controlar o surgimento de estrias e outros problemas.

Lembre-se que a mulher deve engordar, no máximo, 15 kg. A partir deste ganho, a probabilidade de surgir estrias é maior. Além disso, este aumento de peso deve ser gradual e não de uma só vez.

Mulheres com IMC (Índice de Massa Corporal) acima de 27 devem optar por emagrecer um pouco antes de engravidar. Além das marquinhas, a mulher pode tratar a flacidez abdominal com radiofrequência, mas somente após o nascimento do bebê.

celebrando_a_vida_google

Baixe GRÁTIS Um Livro Sobre Gravidez

Livro responde todas as suas dúvidas sobre a gravidez, o parto e o pós-parto que surgem nesta etapa tão importante da sua vida!

Pronto! Agora confira o link enviado em seu email! Confira também a caixa de spam.

1 comentário
  1. Posted by Alexia marcela

Deixe um comentário

celebrando_a_vida_google

Baixe GRÁTIS Um Livro Sobre Gravidez

Livro responde todas as suas dúvidas sobre a gravidez, o parto e o pós-parto que surgem nesta etapa tão importante da sua vida!

Pronto! Agora confira o link enviado em seu email! Confira também a caixa de spam.