Melhor remédio para engravidar

Enquanto algumas mulheres tem grande facilidade para engravidar, outras podem demorar um pouco mais para conseguir realizar esse desejo, tanto por culpa de fatores naturais quanto por algum problema relacionado à fertilidade, sua ou do seu parceiro. Se a questão no seu caso for realmente ligada à infertilidade temporária inexplicada ou por consequência de alguma disfunção, o médico pode receitar um remédio para engravidar que ajude a acelerar o processo. Mas em que circunstâncias esses medicamentos devem ser utilizados? O uso de remédio para engravidar é seguro? Como ele age em nosso organismo?

(Importante: esse artigo é apenas informativo. Antes de utilizar qualquer medicamento, consulte sempre o seu médico.)

Remédios para engravidar

O uso de remédio para engravidar só pode ser feito sob prescrição médica após uma minuciosa avaliação sobre qual é de fato o problema que pode estar impedindo ou atrasando a realização do sonho da gravidez.

Melhor remédio para engravidar

Como o remédio para engravidar age no organismo?

Nem sempre o medicamento que foi utilizado por alguma amiga ou conhecida é indicado para você, podendo não surtir efeito algum ou até mesmo afetar mais seriamente uma possível disfunção que já exista no seu organismo. Além disso, nem sempre a dificuldade de engravidar pode vir da mulher. Os homens também podem apresentar infertilidade transitória por uma série de motivos, dos mais simples aos mais sérios e complexos. Por isso, é muito importante procurar um médico antes de tomar o remédio para engravidar.

Como funciona remédio para ovular

O remédio para engravidar funciona da seguinte maneira no organismo:  o citrato de clomifeno aumenta os níveis de determinados hormônios, o que estimula os ovários e a liberação de um óvulo. Ele estimula a hipófise a produzir mais hormônio FSH e faz com que os ovários preparam alguns óvulos para a liberação. Após, a parte do cérebro chamada de hipotálamo libera o hormônio luteinizante (LH), que dá sinal verde aos ovários para iniciar a ovulação.

Remédios para engravidar rápido

Algumas substâncias podem ajudar a acelerar a concepção e tornar mais próxima a realização do sonho de ser mãe. Os chamados indutores de ovulaçãocomo o citrato de clomifeno (encontrado nos medicamentos Indux, Serophene, Clomid, entre outros) são usados para regularizar ou mesmo induzir a ovulação em mulheres que tem dificuldades em ovular por conta de alguma disfunção ou doença.

Remédio para engravidar engorda

O uso de remédios para engravidar pode desencadear diversos efeitos colaterais. Entre os principais estão as alterações de humor, ganho de peso, dor nos seios, enjoos e vômitos, insônia, dor de cabeça, cansaço acima do normal, e, em alguns casos, depressão e cistos ovarianos. Se você usa remédio para engravidar, fique atenta às dores abdominais e ganho de peso repentino, que podem ser sintomas da síndrome do hiperestímulo ovariano, um problema que faz com que o abdome se encha de líquido, e que pode exigir internação. Apesar de ser bastante raro, pode causar a morte da paciente.

Remédio natural para engravidar

Além dos indutores de ovulação, algumas mulheres preferem tentar o uso de remédios naturais para engravidar. Esses medicamentos podem ser elaborados por meio da homeopatia, com princípios ativos naturais.

Melhor remédio para engravidar

Soluções naturais podem ajudar na hora de engravidar

Além do uso de medicamentos, alguns passos também podem colaborar durante as tentativas de engravidar. Uma alimentação balanceada, rica em proteínas, pode colaborar. O consumo de chá de calêndula e geleia real pode ter algum efeito sobre a fertilidade, mas não há nada comprovado cientificamente. Além disso é importante abandonar os hábitos de fumar e de beber.

Remédio caseiro para engravidar

Alguns alimentos que estão ao nosso alcance em casa podem dar uma forcinha também. O gérmen de trigo, ovos, azeite, óleo de girassol, grão de bico e as carnes vermelhas são ricos em vitamina E, zinco e em vitaminas do complexo B, e podem favorecer a concepção por atuarem no sistema hormonal feminino.

8 comentários
  1. Posted by milena
  2. Posted by Pamella
  3. Posted by BIANCA
  4. Posted by Rasputia Almeida
  5. Posted by regina meira dos santos
  6. Posted by Claudia
  7. Posted by Natividade
  8. Posted by etelvina maria dos santos silva

Deixe um comentário