Perdi o bebê

Uma das situações mais difíceis de lidar na gestação e na vida de uma mulher é com a perda do bebê. Seja qual for o motivo, é muito doloroso e triste para todos os envolvidos quando a gestação é subitamente interrompida.

Nesse momento, quem recebe o maior impacto geralmente é a mãe, que costuma muitas vezes se culpar, principalmente quando a gravidez vem depois de muitas tentativas. A frustração é grande e a mamãe deve contar com todo apoio dos familiares e amigos para conseguir superar este difícil momento.

Aborto espontâneo

No Brasil, cerca de 29 mil casos de morte de bebês ainda no útero são registrados todos os anos, segundo o Datasus, que também indica que de cada 101 bebês que nascem vivos, um nasce morto. E a perda dessa vidinha sempre é muito dolorosa.

Nem sempre é possível identificar que há algum problema com o bebê dentro da barriga sem exames ou na presença do médico, mas alguns sinais como a diminuição dos movimentos e sangramento podem ser sinais e devem ser imediatamente notificados ao médico que acompanha a gravidez. Porém, em alguns casos, o primeiro sinal de que há algo errado é o trabalho de parto prematuro, com contrações, cólicas fortes, sangramentos ou rompimento da bolsa.

Perdi o bebê

Como lidar com a perda do bebê?

Algumas pesquisas mostram que, para os pais, ver o bebê ou pegá-lo no colo logo após a morte pode ajudar no processo de luto. Isso é mais comum em países como Estados Unidos e a Grã-Bretanha.

Se você que perdeu um filho recentemente nessas condições não quiser ver a criança, não se preocupe, isso também é totalmente natural. Não existe certo e errado nessa situação.

É muito importante conversar com os médicos para esclarecer e tentar descobrir as causas da morte do bebÊ. Quanto mais rápida a necropsia em bebês é feita, mais informações ela poderá fornecer.

Do total de bebês que morrem durante a gestação, um terço estava com mais de 37 semanas.

Como lidar com a perda do bebê

Cada pessoa reage à dor da perda de uma maneira, e perder um filho não é nada fácil. Algumas mulheres querem retomar a "vida normal" o mais rápido possível, pois a rotina lhes fará amenizar um pouco a lembrança e direcionar e transformar a dor para outras atividades. Procure e aceite ajuda de amigos e familiares, e converse com seu médico se sentir que está difícil retomar o dia a dia.

Nas primeiras semanas após a perda do bebê, o organismo ainda apresenta alguns sintomas, e dependendo do tempo de gestação, os seios podem começar a produzir leite. Caso isso aconteça, procure seu médico, pois afinal certamente é dolorido lidar com isso.

As roupinhas e objetos do bebê que estava para chegar podem ser uma lembrança dolorosa também. Se sentir necessidade, peça para que alguém próximo a ajude retirando as coisas e guardando, ou quem sabe até doando para alguma instituição, pois o sentimento de ajudar o próximo pode auxiliar nesse momento tão difícil.

Uma nova gravidez pode despertar medo na mãe e na família, o que é natural. Mas com o apoio da família, dos amigos e do médico, certamente será mais fácil e mais tranquilo atravessar esse momento, que trará uma nova vida e fará com que o bebê que infelizmente faleceu seja lembrado para sempre com muito amor.

34 comentários
  1. Posted by leilane oliveira
  2. Posted by jhefeny
  3. Posted by elisangela
  4. Posted by juliana
  5. Posted by girlene dutra pinho
  6. Posted by CAMILA
  7. Posted by Gabriela
  8. Posted by ERIKA
  9. Posted by SOELI
  10. Posted by SOELI
  11. Posted by cintia
  12. Posted by sandra rosa
  13. Posted by Roseli Moreira
  14. Posted by REGIANE
  15. Posted by Juliana da conceição das neves
  16. Posted by adriana guimarães
  17. Posted by camilla
  18. Posted by rosane
  19. Posted by Jjhany
  20. Posted by nanda
  21. Posted by Laise
  22. Posted by paula
  23. Posted by joselia
  24. Posted by jaqueline
  25. Posted by Aline
  26. Posted by GISELE REGINA
  27. Posted by noranei pereira de jesus
  28. Posted by andrea terazao
  29. Posted by Mislane silva
  30. Posted by Melissa
  31. Posted by Tailany

Deixe um comentário