Sintomas de HPV na boca

Quando falamos em HPV, logo relacionamos as lesões causadas pelo vírus às regiões genitais masculina e feminina, certo? Porém ele infelizmente não para por aí, e atinge locais como a boca e a garganta, além de outras regiões do corpo. Os sintomas de HPV na boca pode atingir homens e mulheres, e pode ser perigosamente silencioso. Entenda mais sobre a doença e aprenda a se prevenir!

O que é HPV na boca?

O vírus do HPV na boca é o mesmo que afeta as outras regiões do corpo humano, sobretudo as partes íntimas. Ele apresenta cada vez mais alta ocorrência, e é um dos grandes causadores de tumores malignos de boca e de garganta.

Como se pega HPV na boca?

A transmissão do HPV (para saber mais sobre como o HPV é transmitido clique aqui) na boca tem ocorrido principalmente entre a parte mais jovem da população. A contaminação pode ocorrer desde a troca de um inocente beijo na boca até mesmo pela prática de sexo oral sem proteção. A transmissão do HPV pela boca é uma das grandes razões do aumento da incidência de câncer bucal e de garganta.

Sintomas de HPV na Boca

Sintomas de HPV na Boca

Quais os sintomas de HPV na boca?

Tal como quando contamina a região genital masculina ou feminina, o HPV na boca pode infelizmente não apresentar nenhum sintoma, sendo percebido apenas quando vem a se transformar em uma lesão cancerosa. Porém, nos casos em que ele apresenta sintomas de HPV na boca, sua aparência na boca é similar ao contágio das outras áreas: lesões e verrugas com aparência de couve-flor, ou pequenas aftas ou verrugas que são muito persistentes e nunca desaparecem. Todas essas lesões podem aparecer sozinhas ou em conjunto, sobretudo na ponta e na região embaixo da língua, na gengiva e também no céu da boca. Além disso, dores de ouvido, dificuldade para mastigar e engolir a comida e problemas para falar podem ser um indicativo da contaminação.

Remédio para HPV na boca

Logo que as lesões na boca forem notadas, o médico deve ser procurado. Quanto mais rápido elas são detectadas e tratadas, menor o risco de evolução para um tumor maligno e mais rápida é a recuperação do paciente. Além disso, se tratadas logo, a chance de retransmissão cai drasticamente.  O tratamento mais recorrente para as lesões na boca são:

- remoção por cirurgia comum

- cirurgia de alta frequência

- cirurgias a laser

- medicamentos como podofilina e imiquimod

- crioterapia

-  eletrocauterização

HPV na boca tem cura?

O HPV na boca tem cura, mas o sucesso do tratamento depende da rapidez com que ele é iniciado. Quanto mais rápido o médico for procurado assim que as lesões forem percebidas, mais fácil é o tratamento e melhor é a resposta do organismo.

Baixe GRÁTIS Um Livro Sobre Gravidez

Livro responde todas as suas dúvidas sobre a gravidez, o parto e o pós-parto que surgem nesta etapa tão importante da sua vida!

Pronto! Agora confira o link enviado em seu email! Confira também a caixa de spam.

1 comentário
  1. anÔnimo

Deixe um comentário